sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Ano novo, resoluções velhas?


O final de ano traz à mente pelo menos duas atitudes: a reflexão pelo tempo que passou e o planejamento de metas para o período vindouro. As pessoas se perdem nos seus pensamentos e findam o ano seguinte sem ter cumprido nada do que havia sido proposto. E isso por quê? Simples. Por falta de um direcionamento correto.

Sabemos que Deus tem o melhor para nossas vidas. Temos convicção de que a Bíblia está repleta de promessas maravilhosas. Mas sempre nos negamos a viver o Evangelho verdadeiramente. Queremos as bênçãos, mas fugimos do Dono destas. Requeremos um "salário" por sermos cristãos, porém recusamos o trabalho que nos é designado.

Para um ano novo pleno das misericórdias de Deus, só há um caminho, que é entregar tudo nas mãos dEle. E incluídos nesse "tudo" estão os seus mais íntimos sonhos, o seu coração ainda falho, o seu fôlego de vida.

Permita quem em 2011 haja mais de Deus em seu coração. Quando você fizer o balanço de tudo que se passou, certamente concluirá que vale a pena servir ao Senhor e viver a vontade dEle acima de nosso próprio querer.

Feliz ano novo a todos! Que o Senhor Jesus esteja sempre nos cobrindo com Sua terna misericórdia e que a voz do Espírito nos leve cada vez mais próximos dos braços do Pai!

Por Diego Cesar

Novas maneiras de evangelismo

Fonte: www.karapuca.com.br

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Isaque ou Jacó, Rebeca ou Raquel: qual tipo de cônjuge você escolhe?


E disse consigo: Ó Senhor, Deus de meu senhor Abraão, rogo-te que me acudas hoje e uses de bondade para com o meu senhor Abraão! Eis que estou ao pé da fonte de água, e as filhas dos homens desta cidade saem para tirar água; dá-me, pois, que a moça a quem eu disser: inclina o cântaro para que eu beba; e ela me responder: Bebe, e darei ainda de beber aos teus camelos, seja a que designaste para o teu servo Isaque; e nisso verei que usaste de bondade para com o meu senhor. Gênesis 24.12-14

Esta foi a oração do servo de Abraão, Eliézer, quando já se encontrava nos arredores da cidade de Naor. Ele não pedia que o Senhor o mostrasse uma mulher bonita, mas uma varoa que fosse piedosa e que Ele (Deus) estivesse preparando para Isaque, filho do seu senhor Abraão.

O Senhor ouviu o clamor de Eliézer e encaminhou Rebeca para junto dele. Ele viu que o Senhor respondeu a sua oração quando viu Rebeca com seu cântaro sobre o seu ombro (Gênesis 24.15) vindo em direção ao poço para apanhar água. Certamente, ele percebeu que ela era uma jovem trabalhadora e, por isso mesmo, com caráter valorizado por Deus.

Nesse meio tempo, Isaque soube guardar no coração os conselhos de Abraão e esperou pelo cumprimento da jornada de Eliézer para então poder iniciar um relacionamento afetivo.

Pela fé, Rebeca viajou cerca de 800 quilômetros com o servo de Abraão para se encontrar com Isaque, aquele que ela nunca vira mas que iria ser tornar o seu esposo. Ela não o conhecia mas sabia que o Senhor o preparara para ela.

Rebeca também era ótima cozinheira, e ensinou tudo a seu filho Jacó. Ademais, Rebeca tinha certeza que Jacó era o verdadeiro herdeiro da benção de Deus, pois ela soube interpretar a profecia bíblica de que o maior serviria ao menor (Gênesis 25.23). Ela estava convicta de que estava fazendo a vontade de Deus quando aconselhou a Jacó a se passar por Esaú e receber as bênçãos de Deus pelas mãos de Isaque (Gênesis 27.6-17).

Em sentido oposto a todos os valores de Deus que vimos na espera de Isaque por sua esposa, temos o exemplo de Jacó, que pouco soube praticar o que provavelmente foi aconselhado por sua mãe tempos antes de fugir da casa de seu pai por temor de seu irmão Esaú.

Jacó apaixonou-se por Raquel, o que o fez esquecer de procurar no caráter dela marcas da presença de Deus. E ele teve tempo suficiente para isto, uma vez que passou 14 anos trabalhando para seu tio Labão antes de casar-se com Raquel. Sequer chegou a consultar seus pais para saber se eles aprovariam ou não a união dele com Raquel, sua segunda esposa.

Por fim, Jacó, quando saiu de Padã-Arã, da casa de Labão, com a sua família, e especialmente com a mulher que mais amava - Raquel, foi mais uma vez cego pelo amor, permitindo que o pecado morasse em sua casa. Raquel era amada de Jacó, mas era idólatra, chegando ao ponto de carregar os ídolos roubados do seu pai para a sua nova casa, estabelecendo a maldição através da legalidade:

Tendo ido Labão fazer a tosquia das ovelhas, Raquel furtou os ídolos do lar que pertenciam a seu pai. Gênesis 31.19

[Labão perguntou a Jacó] Por que me furtaste os meus deuses. Gênesis 31.30.

O mal foi estabelecido na família de Jacó porque ele permitiu que a sua mulher amada convivesse em sua casa com ídolos.

Ainda hoje, a idolatria e o misticismo estão presente em muitas vidas até mesmo dentro das igrejas. São crendices que muitos cristãos ainda carregam e que trazem consigo contaminações e maldições. É preciso arrancar tudo o que é anátema do meio do povo de Deus, em especial nas relações conjugais.

Isaque e Rebeca foram bem-sucedidos em seu casamento e seu lar. Aqui vemos o contraste entre a postura de Isaque e o que é praticado pelos jovens, mesmo no meio cristão. Eles muito frequentemente acham que a entrega de seus sentimentos é uma questão na qual apenas o próprio "eu" deveria ser consultado, questão esta que nem Deus nem os pais de qualquer modo deveriam dirigir. Muito antes de atingirem a idade de homens ou mulheres feitos, julgam-se competentes para fazer sua escolha, sem o auxílio de seus pais.

Poucos anos de vida conjugal são usualmente bastantes para mostrar a jovens incautos seu erro, mas demasiadamente tarde para impedir seus resultados funestos. Pela mesma falta de prudência e domínio que determinaram a escolha precipitada, dá-se ocasião a que o mal se agrave, até que a relação matrimonial se torne um jugo mortificante.

Amar é, antes de mais nada, saber esperar pela pessoa certa para sua vida. Consulte ao Senhor antes de iniciar um relacionamento e procure conhecer bem quem você quer ao seu lado.

Deus quer que sejamos felizes e prósperos em tudo, inclusive nas relações afetivas. Então, não jogue fora a oportunidade de saber dEle próprio quem é que deve caminhar com você pelo resto de seus dias.

Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida. Provérbios 4.23

Por Diego Cesar

sábado, 25 de dezembro de 2010

Feliz Natal!


“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os Seus ombros; e o Seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” (Isaías 9.6)

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

José é o herói esquecido do Natal, afirma jornal


Após a figura de Jesus, primeiro e maior exemplo, Maria é, geralmente, o centro das atenções no teatro da escola da Natividade, mas Iain Duncan Smith diz que a sociedade e a igreja fariam bem em prestar mais atenção a José.

Escrevendo no jornal Daily Mail de ontem (22), o MP Tory disse que José foi o “herói esquecido” da história do nascimento de Cristo.

O exemplo dado por José sempre em pé ao lado de Maria , disse ele, é “uma mensagem muito clara e importante para o nosso próprio tempo”, em que gerações de jovens estão crescendo sem referências paternas.

Duncan Smith disse que a sociedade parecia ter esquecido o importante papel desempenhado pelos pais, de prover abrigo, segurança, educação, apoio e não só colocar comida na mesa, para incentivar e apoiar os seus filhos.

“Trata-se de uma das melhores referências masculinas que um homem pode ter”, disse ele.

Duncan Smith apontou ainda a falência da figura paterna numa família como motivo para níveis elevados de absentismo, comportamento anti-social, delinquência juvenil, formação de gangues de rua, gravidez na adolescência, dependência de drogas e tantas outras mazelas sociais.

“José não era um pai ausente, ele estava lá, com Maria e com Jesus. Identifico a importância deste na história de Cristo e digo o quanto tem faltado verdadeiros exemplos de dedicação abnegada e empenho que deve ressoar até hoje “, conclui.

Ele elogiou José por sua “coragem e honra” na luta para encontrar alojamento para a sua esposa grávida e proteger sua família dos soldados de Herodes.
“Algumas crianças hoje podem perguntar: onde estão os homens de coragem e honra de hoje?”

Fonte: CPAD News / Gospel+

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Descobrindo o real valor de si mesmo


Entre os cinco sentidos, a visão responde por cerca de 60% das informações que recebemos do meio externo. Não é de se estranhar que muitas pessoas se preocupem tanto com a imagem, enquanto há outras que a abnegam para tentar valorizar outras características de seu ser.

Entre aqueles que enaltecem a aparência, temos como exemplo na Escritura a figura de Jezabel, esposa do rei Acabe, no tempo dos profetas Elias e Eliseu. Esta mulher era tão vaidosa que teve o cuidado de se maquiar antes de receber seus inimigos.

Tendo Jeú chegado a Jezreel, Jezabel o soube; então, se pintou em volta dos olhos, enfeitou a cabeça e olhou pela janela. Ao entrar Jeú pelo portão do palácio, disse ela: Teve paz Zinri, que matou a seu senhor? Levantou ele o rosto para a janela e disse: Quem é comigo? Quem? E dois ou três eunucos olharam para ele. Então, disse ele: Lançai-a daí abaixo. Lançaram-na abaixo; e foram salpicados com o seu sangue a parede e os cavalos, e Jeú a atropelou. 2 Reis 9.30-33

O orgulho não faz parte do caráter daqueles que servem a Deus. Pelo contrário, a vaidade é condenável ante os olhos do Senhor.

Pois toda carne é como a erva, e toda a sua glória, como a flor da erva; seca-se a erva, e cai a sua flor. 1 Pedro 1.24

Não podemos nos prender a falsos valores, que se perdem com o passar do tempo. Do que adianta a aprovação dos homens se o nosso coração está distante de Deus? Qual a recompensa que nossa alma obterá por colocar outras coisas como prioridade, a despeito do Senhor?

Se desejamos ter algum valor, que este não seja propriamente nosso. Precisamos buscar que vejam em nosso caráter a glória de Deus a fim de que aqueles que não O servem possam também reconhecê-lo como Senhor e Salvador de suas vidas.

Mas vós sois dEle, em Cristo Jesus, o qual se nos tornou, da parte de Deus, sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção, para que, como está escrito: Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor. 1 Coríntios 1.30-31

Muitos preferem se embelezar para ter uma falsa aparência diante dos outros. Mas a verdadeira beleza só vem de uma pessoa, a saber, o Senhor. É dEle que deve ser refletida a imagem através de nós, pois Ele que nos concede o verdadeiro valor para nossa vidas.

Por Diego Cesar

Mercado gospel chega à indústria dos games


Com melhora no desempenho financeiro, sequência de lançamentos e estratégia de marketing agressiva, uma empresa americana do Estado de Washington dá fôlego à indústria de jogos eletrônicos cristãos.

Surgida em 2002, a Left Behind Games deverá ter o primeiro trimestre com lucro de sua história. Troy Lyndon, um desenvolvedor que largou a carreira para virar missionário antes de fundar a companhia, disse que a Left Behind já arrecadou US$ 500 mil no atual período fiscal.

Parece pouco quando comparado a grandes produtoras, mas esse é um segmento minúsculo. Segundo a ACE (Associação de Entretenimento Cristão, em inglês), os jogos cristãos correspondem a menos de 1% de todo o mercado de games, com vendas que geram entre US$ 50 milhões e US$ 100 milhões.

Além disso, abocanhar fiéis por meio de games nunca foi negócio rentável. Desde os anos 80, há títulos tentando fazer isso, mas a qualidade duvidosa deles sempre foi motivo de restrições entre fãs e crítica especializada.

A Left Behind conseguiu se firmar como a principal empresa do setor por meio de uma série que leva o mesmo nome da empresa. O terceiro título, Rise of the AntiChrist (ascensão do anticristo), chegou às lojas em outubro. Assim como seus antecessores, Rise of the AntiChrist é um jogo de estratégia que parece um coquetel religioso de Grand Theft Auto e The Sims.

Por supostamente incitar a intolerância religiosa, a Left Behind coleciona críticas –o que ajudou a promover seus produtos.
Junto com os games, a companhia desenvolveu uma estratégia de marketing agressiva. Nos últimos dois anos, ela distribuiu 50 mil unidades de alguns de seus títulos para uma rede de pastores. Os alvos, segundo a Left Behind, são mais de 300 mil igrejas cristãs do país –inimigas tradicionais da indústria secular de games.

Em 2011, a companhia terá alguns de seus títulos à venda nas lojas do Walmart –um dos maiores varejistas dos EUA. Na internet, os jogos da Left Behind aparecem em sites como o da Best Buy.

Fonte: Folha Online / Gospel+

Pesquisa comprova o poder da oração em momentos difíceis


De acordo com estudos realizados por pesquisadores da Universidade de Wisconsin-Madison (EUA), pessoas oram para encontrar conforto pessoal em momentos difíceis. Cerca de 75% dos norte-americanos oram, pelo menos em um momento do dia, para gerenciar situações e emoções negativas, incluindo doenças, tristezas, traumas e a raiva.

Após entrevistar dezenas de vítimas de relações violentas com parceiros íntimos, Shane Sharp, estudante da pós-graduação em sociologia na Universidade de Wisconsin-Madison, descobriu que as orações ajudam muitas pessoas a lidar com seus problemas.

Pessoas que estavam com muita raiva encontraram alguém para ouvi-las e esse alguém era Jesus, que está sempre disponível. “Se essas pessoas despejassem sua raiva nos parceiros, o resultado seria mais violência”, afirma.

Durante a pesquisa os participantes começaram a olhar com o olhar das outras pessoas. “Durante a oração, as vítimas chegaram a ver como eles acreditavam que Deus as vê. Isso os ajudou a elevar os seus sentidos da auto-estima contrariado seus agressores com as palavras que os magoaram”.

Muitos dos entrevistados disseram acreditar em Deus, mas não pertencem a uma igreja específica. “Eles continuam a orar. Acredito que uma pesquisa futura deve considerar a oração como uma interação ao invés de um único ato unilateral”, finaliza.

Fonte: CPAD News / Gospel+

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Não deixe para amanhã


Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma. Eclesiastes 9.10

Um dos maiores problemas do ser humano está na administração de seu tempo. Pecamos por achar que somos senhores de nossos dias e por termos a presunção de que uma agenda de programações organizada substitui a onipotência de Deus sobre cada simples ação que tomamos.

Cair no erro de que, em nossa falibilidade humana, podemos mudar o curso da história é como crer que podemos habitar num castelo de areia que fizemos à beira do mar.
As Escrituras são bastante objetivas quanto à premissa de que o Senhor é quem deve ditar de que maneira devemos aproveitar os parcos dias que temos nessa vida.

O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor. Provérbios 16.1

Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal. Mateus 6.34

A resposta mais eficaz aos problemas e metas que todos possuímos está em entregar nosso caminho ao Senhor, confiar e ter a convicção que tudo mais Ele fará, como disse o salmista.

Todavia, o descanso que devemos ter em Deus não significa uma omissão. É necessário agir proativamente para que as promessas dEle se cumpram em nossa vida. E isto se faz quando nos encontramos no centro da vontade do Senhor.

Não podemos permitir que as oportunidades que Deus traz às nossas vidas simplesmente se percam pelo esquecimento. Não deixe para amanhã o arrependimento, o perdão, o amor, o sorrir, o falar, o ouvir. Tudo isso faz parte dos planos que o Senhor tem para nossas vidas.

Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor. Efésios 5.15-17

Esta é a vontade do Senhor: que vivamos conforme o coração dEle todos os dias. Não deixe para amanhã. Pode ser tarde demais...

Por Diego Cesar

Qual o seu tipo de Bíblia?

Fonte: www.karapuca.com.br

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

E os seres viventes?


Numa e outra leitura (habitual, eu espero) da Bíblia, você deve ter se deparado com a seguinte expressão: "ser vivente". Qual foi sua reação? Continuar a leitura como se nada de importante houvesse ocorrido ou ficar indagando qual a natureza desse tipo de criação de Deus?

Há, pelo menos, duas passagens da Palavra que relatam os seres viventes.

Do meio dessa nuvem saía a semelhança de quatro seres viventes, cuja aparência era esta: tinham a semelhança de homem. Cada um tinha quatro rostos, como também quatro asas. As suas pernas eram direitas, a planta de cujos pés era como a de um bezerro e luzia como o brilho de bronze polido. Debaixo das asas tinham mãos de homem, aos quatro lados; assim todos os quatro tinham rostos e asas. Estas se uniam uma à outra; não se viravam quando iam; cada qual andava para a sua frente. A forma de seus rostos era como o de homem; à direita, os quatro tinham rosto de leão; à esquerda, rosto de boi; e também rosto de águia, todos os quatro. Assim eram os seus rostos. Suas asas se abriam em cima; cada ser tinha duas asas, unidas cada uma à do outro; outras duas cobriam o corpo deles. Ezequiel 1.5-11

Há diante do trono um como que mar de vidro, semelhante ao cristal, e também, no meio do trono e à volta do trono, quatro seres viventes cheios de olhos por diante e por detrás. O primeiro ser vivente é semelhante a leão, o segundo, semelhante a novilho, o terceiro tem o rosto como de homem, e o quarto ser vivente é semelhante à águia quando está voando. E os quatro seres viventes, tendo cada um deles, respectivamente, seis asas, estão cheios de olhos, ao redor e por dentro; não têm descanso, nem de dia nem de noite, proclamando: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, que é e que há de vir. Apocalipse 4.6-8

Parece assombroso a muitos leitores desprecavidos que esses seres estejam em torno do trono de Deus, dadas as suas peculiaridades. Mas todos sabemos que Deus é o Autor da totalidade das coisas, já que tudo foi criado por Ele e para a glória dEle. E este detalhe denota-se na quantidade de seres viventes, a saber, quatro.

O número quatro na Bíblia simboliza a completude das coisas, ou seja, o alcance pleno da ação divina. Por isso, há em muitas expressões bíblicas o uso deste número: "os quatro limites da terra" (Isaías 11.12), "os quatro ventos" (Ezequiel 37.9), "a largura, o comprimento, a profundidade e a altura" – quatro medidas - (Efésios 3.18).

A quantidade de seres viventes (quatro) significa que a criação de Deus foi completa e perfeita.

Outro detalhe curioso são as criaturas às quais são assemelhadas os seres viventes: leão, boi, homem e águia.

Estas descrições e a ordem delas calçam perfeitamente com a ordem dos quatro evangelhos. Mateus com o leão, Marcos com o bezerro ou boi, Lucas com o rosto de homem e João com a águia voando. Por quê? Porque cada evangelista prende-se a um estilo de descrição do Senhor Jesus: Mateus revela a Cristo como Rei, Marcos O revela como Servo, Lucas como homem e João como Deus.

Em Mateus a realeza de Jesus está representada pelo leão; em Marcos o serviço de Jesus está tipificado pelo boi; em Lucas, a sua humanidade perfeita, pelo rosto de homem; e em João, a sua divindade, pela águia voando. Jesus Cristo nos dias de Sua carne foi Rei, Servo, Homem e Deus. Esta foi a glória que nos manifestou durante a Sua vida na terra.

Os quatro seres viventes representam, ao mesmo tempo, a perfeição de tudo que Deus criou e a completude da encarnação de Seu Filho, como Salvador da humanidade.

Criações divinas com o único propósito de engrandecer o nome do seu Criador. Que tal nos juntarmos ao cântico dos seres viventes e rendermos adoração ao nosso Deus?

Todo ser que respira louve ao Senhor. Aleluia! Salmo 150.6

Por Diego Cesar

Médico e o monstro - Banda Resgate

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Um presente para Jesus


Natal se aproxima. As pessoas são tomadas pelo sentimento de festejar uma data que une as mais diferentes culturas com o mesmo objetivo. Compras frenéticas, decoração de casas e cidades, preparação de ceias, programações especiais nas igrejas e nos meios de comunicação, troca de presentes... realmente é um período especial para todos.

Alguns, por certa distração, esquecem que essa comemoração tem como fundamento o nascimento dAquele que trouxe salvação à humanidade, nosso Senhor Jesus Cristo.

É de conhecimento de parte de nós que a data de 25 de dezembro não tem qualquer vínculo com o real dia de natividade de Jesus. Trata-se, pois, de uma data convencionada ao longo dos séculos para tal festejo, já que não encontrou-se nenhum registro histórico efetivo do dia e horário de nascimento de nosso Senhor.

A despeito desse detalhe cronológico, o que significa o Natal para você? Qual o valor que essa comemoração tem em seu coração? Que tipo de sentimento é trazido à sua mente por ocasião desse tempo?

É muito simples dizer que Jesus nasceu em algum dia há mais de 2010 anos atrás para justificar uma folga das atividades corriqueiras muitas vezes motivada por uma festa da família. Mas, mesmo fazendo parte de nossa cultura, será que o Natal já aconteceu em você?

Não questiono se você já comemorou algum ano de sua vida esta data, pois provavelmente já o fez. Anseio saber se Cristo já nasceu em sua vida, se Ele habita em seu coração.

"Todos nós temos Deus no coração". "Jesus também me ama, mesmo eu sendo pecador(a)". Sim. Não há dúvida nisto. Porém, para que haja sentido real em afirmações valorativas, é muito mais importante demonstrar que aquilo que tomamos como vantagem está presente em nossas vidas.

Do que nos vale afirmar que comemoramos o nascimento de Jesus se o nosso caminhar estiver longe dEle próprio? Do que nos adianta "vestir a camisa" de cristãos se não estamos dispostos a carregarmos nossa cruz diariamente? Para que dizer que estamos ligados à Videira se negamo-nos a dar bons frutos?

Deixo aqui o convite para que neste final de ano você tenha oportunidade de permitir que o aniversariante mais ilustre de todos os tempos venha ganhar mais um presente: o seu coração como morada para Ele.

Por Diego Cesar

História do Natal digital

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

A sintonia do coração de Deus


Por que para muitos é tão difícil seguir na vida com Cristo enquanto para outros é algo tão natural? Você já deve ter parado pelo menos um momento de sua vida pensando a respeito disso. Seria algo relacionado ao meio que a pessoa vive, à cultura religiosa que ela possui ou Deus selecionaria um grupo de Seus filhos para ser melhor que os outros?

Estou convicto que a razão de tudo isto tem similaridade com um objeto muito familiar nosso: o rádio. Eis a explicação para o título dessa postagem.

Um rádio não consegue transmitir o sinal que capta através de seu mecanismo se não estiver bem sintonizado com a antena ou o satélite que enviam o sinal através de ondas eletromagnéticas invisíveis aos nossos olhos. Para ouvir o som com qualidade, faz-se necessário que tenhamos também atenção para não sintonizarmos numa frequência que possua interferências.

Já percebeu alguma semelhança com nosso relacionamento com Deus? Caso nosso coração esteja muito longe do centro da vontade do Senhor, dificilmente poderemos ter intimidade com Ele. Da mesma forma, se dermos nossos ouvidos a mais de uma voz que não seja a do Senhor, haverá confusão para qual caminho deve ser seguido.

Antes que você se desespere, irei dizer que maneira perceber se seu coração está sintonizado ao de Deus. Melhor ainda! Faremos agora um check-in da sua sintonia com o coração do Senhor: a) Você tem dedicado parte do seu tempo à leitura da Bíblia? b) Orar é um hábito para você? c)Há disposição sincera em seu coração para fazer a vontade de Deus acima de todas as suas?

Se alguma das respostas foi "não", é tempo de reajustar a sintonia do seu coração. O manual de instruções com a frequência certa para guiar sua vida é a Palavra de Deus e o único som que você deve escutar daqui em diante é a voz do Espírito Santo. Sintonize-se na Verdade que satisfará os desejos do seu coração.

Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que Tu és o Santo de Deus. João 6.68-69

Por Diego Cesar

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Você sabe onde está o Jardim do Éden hoje? Confira!


Segundo o livro de Gênesis, em seu segundo capítulo, quando Deus criou o ser humano nas figuras de Adão e Eva, deu-lhes como habitação uma vasta área repleta de fertilidade, de natureza exuberante, com o melhor em recursos vegetais, animais e minerais. A região, conhecida como Jardim do Éden, foi a primeira morada do homem e, conforme a descrição bíblica, ficava entre os rios Tigre e Eufrates, lugar posteriormente chamado Mesopotâmia, onde hoje se localiza o país do Iraque. A porção de terra descrita na Bíblia também abrange uma pequena parte do que hoje é a Síria. Outros dois rios também constam da descrição: o Pisom e o Giom.

No Éden, ao homem era permitido desfrutar de tudo o que a natureza oferecesse em se falando de alimento e abrigo, exceto os frutos da árvore do conhecimento do que era bom e mau. Adão e sua companheira, Eva, desobedeceram a única proibição que tinham e deram origem ao pecado, sendo expulsos pelo Senhor do jardim. Manipulados pela serpente para provarem do fruto proibido, romperam uma aliança muito íntima com Deus, expulsos do lugar que tudo lhes oferecia. Tiveram que, a partir daí, conquistar o alimento com o suor, trabalhando para seu sustento.

Como resultado do dilúvio, também descrito em Gênesis, a área conhecida como Éden foi inundada. Com as mudanças climáticas pós-diluvianas, a área tornou-se desértica.

Na Bíblia, quando o texto se refere a oriente e ocidente, toma como referência geográfica Israel, o que comprova a posição do atual Iraque, ao oriente. O texto das Escrituras atesta que o rio Tigre corre ao oriente da Assíria (atual Síria) correspondendo ao Tigre, hoje conhecido. Dos rios descritos na Palavra, apenas o Tigre e o Eufrates permanecem nos dias atuais. O Pisom e o Gion irrigavam o Éden. Hoje, não mais existentes no mapa, supõe-se que a área que ficava às suas margens esteja submersa no Golfo Pérsico.

Gênesis diz que Deus formou Adão do barro, da terra. O nome Adão, do hebraico, tem o significado de “vermelho” (adom), também significando, com pequena variação fonética (adam), “homem”. Não por acaso, o solo da região tem um forte tom avermelhado.

As evidências histórico-geográficas apontam que a região, hoje conturbada por conflitos e guerras, rica em petróleo (que também não por acaso é resultante do soterramento de grandes florestas da pré-história), é o berço da humanidade.

A disputa pela água
O fato de a área ser fartamente irrigada por grandes rios na época despertou o interesse de muitos povos por aquela região, por estar em terra úmida e propícia à agricultura, uma prática fundamental para a subsistência da população.

Os sumérios foram os primeiros a habitar a Mesopotâmia. Antes de ali se estabilizarem, eram nômades. Acredita-se que eles foram a primeira civilização do mundo e a eles são atribuídas as invenções da escrita e da roda. É difícil afirmar quando isso ocorreu com precisão. No entanto, historiadores, baseados em descobertas arqueológicas, acreditam ser em torno de 4000 a 3500 antes de Cristo (a.C.).

Diversos povos passaram pela região e conquistaram a Mesopotâmia. Impérios caíram e outros novos se ergueram. Um dos mais significativos foi o Império Babilônico, provavelmente estabilizado na região por volta de 1730 a.C. Entre os monarcas que mais se destacaram está Hamurabi, o responsável pela criação do código de leis mais antigo de que se tem história até hoje.

No século VII, a Mesopotâmia, conquistada por gregos e persas, foi sede de um vasto império árabe, que começou com a capital em Damasco, na Síria, e logo depois foi transferida para Bagdá, a cidade das “mil e uma noites”, devido a sua localização estratégica, próxima aos rios.

O Iraque contemporâneo
Entre 1658 e 1918, o Iraque fez parte do Império Otomano, composto principalmente por turcos. Após o término da I Guerra Mundial, o império foi desmembrado e nasceu o Iraque moderno, sob a tutela do Reino Unido. Essa decisão foi tomada pela Liga das Nações, uma organização dos países vencedores da guerra, com o aparente intuito de negociar um acordo de paz.

Contudo, os iraquianos não aceitaram a condição de dominação à qual foram submetidos pela Liga. Surge, a partir disso, um forte movimento pela independência do país.

Em 1932 o Iraque foi declarado independente, embora continuasse com participação intensa da Inglaterra em seu governo. Em 1933, Rhasi I assumiu o trono e, após sua morte, seu filho Faisal II foi coroado em uma iniciativa manipulada pelos ingleses. Faisal II assumiu fortes compromissos com a Inglaterra, o que gerou insatisfação daqueles que clamavam pela verdadeira independência em relação ao poderio britânico.

A República do Iraque foi instaurada somente no dia 14 de julho de 1958 por meio de de um golpe militar liderado pelo general Kassem. Faisal II e sua família foram brutalmente assassinados.

O golpe iniciou um ciclo de agitações políticas que conduziram Saddam Hussein ao poder em 1979. Um ano após a posse de Hussein, o Iraque, apoiado pelos Estados Unidos, começou uma guerra contra o Irã que durou 8 anos, até os dois países decidirem pelo cessar-fogo. Dois anos depois, o Iraque invadiu o Kuwait, mas foi duramente reprimido pela Organização das Nações Unidas (ONU). Os Estados Unidos intervieram com a operação “Tempestade no Deserto”, libertando o Kuwait.

Em 2003 o Iraque foi invadido pelos Estados Unidos, com apoio da Inglaterra, contrariando a ONU, desfavorável à invasão. Os norte-americanos, após os ataques terroristas ao seu país em 11 de setembro de 2001, usaram o pretexto de que o Iraque estava construindo e estocando armas de destruição em massa. Até hoje nada foi encontrado.

George W. Bush, então presidente dos Estados Unidos, mudando o foco da invasão, declarou guerra ao “eixo do mal”, no qual Hussein era visto como um dos líderes ditatoriais mais cruéis na história contemporânea. Em 2006, Saddam foi capturado após tentar se esconder do exército norte-americano e sentenciado à morte pelo governo iraquiano.

A Síria
A atual República Árabe da Síria foi, em tempos ancestrais, território majoritário de uma região denominada Levante (“onde o sol se levanta”, visto do Mediterrâneo). Damasco, capital da Síria e importante centro econômico do Oriente Médio há séculos, reivindica o título de cidade mais antiga continuamente habitada. Não é para menos: a história do país remonta a tempos imemoriais. Acredita-se que lá tenha habitado Uz, filho de Arão e descendente direto de Noé.

Damasco também foi capital da Dinastia dos Omíadas, composta pelos califas (líderes religiosos e políticos), entre os anos de 661 e 750. Nessa época, a Síria passou a ser vista como um importante centro comercial, atraindo a ambição estrangeira. Muitos povos dominaram a região, até que em 1516 o país passou a ser parte do Império Otomano.

Com o fim da I Guerra Mundial, a Síria foi divida em duas partes: uma sob poder francês e outra sob o jugo britânico. A independência síria foi conquistada somente em 1946. Desde então, a situação política do país tem sido bastante instável. Sucessivas tentativas de golpe para tomar o poder levaram o país ao estado de sítio. Até hoje, a Síria não possui sistema bancário organizado e inúmeros direitos constitucionais dos cidadãos foram sustados.

Ao contrário do que muitos acreditam, a Síria é um país laico (a religião não interfere no governo), apesar da predominância muçulmana (74% da população). O regime militar adotado em 1970 por Hafez Al-Assad, um oficial fortemente influenciado pelas ideias soviéticas e que foi presidente até o ano de 2000, impera até os dias atuais, agora com seu filho Bashar Al-Assad, no poder. Qualquer manifestação a favor dos direitos humanos é fortemente reprimida pelo governo. Conforme a Anistia Internacional, presos políticos são perseguidos, torturados e executados sem qualquer forma de defesa.

Por conta das constantes guerras civis, muitos sírios procuraram fugir desse cenário. No ano de 1880 teve início uma maciça migração de sírios para o Brasil, então com fronteiras fortemente abertas a imigrantes.

A maioria deles, na época, foi para o Rio de Janeiro ou São Paulo, onde trabalhavam principalmente no ramo comercial. As lojas na região da Rua 25 de Março, em São Paulo, por exemplo, foram fundadas principalmente por imigrantes sírios e libaneses.

A culinária síria, ou da antiga região do Levante, foi muito bem aceita pelo Brasil, hoje presente em praticamente todas as cidades brasileiras. A esfiha, o quibe, a folha de uva recheada (conhecida como “charuto”, também adaptado com o uso de folhas de repolho) e a pita (apelidada aqui como pão sírio), são célebres exemplos da influência gastronômica síria em nosso país.

Apesar dos problemas internos, a Síria é um importante destino turístico. Considerada por muitos o “berço da humanidade”, possui história milenar, refletida em construções preservadas, tombadas como patrimônio mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), como as Cidades Antigas de Alepo, Bosra e de Damasco, o Sítio de Palmira, o Krak (forte) dos Cavaleiros e a Fortaleza de Saladino.

Fonte: Arca Universal / Gospel Prime

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Grupo criacionista vai reconstruir Arca de Noé


Parque temático criacionista, o Ark Encounter terá atrações para crianças e adultos, sendo seu grande destaque uma réplica em tamanho real da Arca de Noé.

O projeto é parceria entre a empresa privada Ark Encounter e a organização Answers in Genesis, um grupo que defende o criacionismo e está por trás do Museu da Criação (Creation Museum), nos Estados Unidos.

Localizado no estado americanos de Ohio, o museu atraiu mais de 1,2 milhões de visitantes em três anos de funcionamento, e foi construído com R$35 milhões arrecadados em doações.

A mesma prática será adotada para o novo projeto. O Ark Encounter deve ser construído em uma propriedade de 3,2 km2, a 40 minutos do Museu da Criação – 35 minutos da cidade de Cincinnati. O custo total está estimado em US$125 milhões, porém uma campanha foi lançada para arrecadar os US$24,5 milhões destinados somente à construção da Arca.

Segundo a organização, a “réplica em tamanho real da Arca de Noé” será construída “de acordo com as dimensões bíblicas e construída com materiais e métodos os mais parecidos o possível com aqueles do tempo de Noé”.

O projeto terá um grande complexo de atrações bíblicas, com lazer, lojas, restaurantes, um zoológico com alguns dos animais que teriam entrado na Arca original, playground para crianças, uma Torre de Babel de 30 metros com um cinema 3D de 500 lugares. Haverá também uma réplica de uma cidade do Oriente Médio do século I, três aviários e uma área de eventos.

Se tudo sair como planejado, o parque abrirá em janeiro de 2014 – e os números mostram que não há motivo para os organizadores acharem que algo sairá fora do previsto. Em menos de uma semana, mais de US$129 mil já foram arrecadados, de acordo com a contagem em tempo real do site. As doações são divididas em três categorias: prego de madeira (US$100), tábua (US$1000) e viga (US$5000).

De acordo com a Gallup Organizations, que realiza pesquisas periódicas sobre criacionismo X evolucionismo, em 2004, 45% da população se dizia criacionista. Isso significa que quase metade dos americanos acredita que Deus criou todos os seres vivos, e que o homem existe, da forma exata como é hoje, há 10 mil anos.

Em 2007, a mesma organização se juntou ao USA Today para uma nova pesquisa, que revelou dados similares: 39% dos americanos acham que criacionismo é “definitivamente verdade”, e 27% acham que é “possivelmente verdade”. Já a evolução é “definitivamente verdade” para apenas 18% das pessoas, e “possivelmente verdade" para 35% delas.

Em 2005, uma outra pesquisa conduzida pelo Pew Forum on Religion and Public Life reportou que 38% dos americanos preferiria que o criacionismos fosse ensinado nas escolas no lugar da teoria da evolução.

É esta parcela da população que o Ark Encounter pretende atrair para seu novo parque, um projeto que já está sendo chamado de a Disneylândia do Criacionismo.

Fonte: O Verbo

sábado, 4 de dezembro de 2010

Pesquisa revela que 84% da população mundial considera a religião parte importante da vida


Uma pesquisa do instituto Gallup revelou que 84% dos adultos do mundo ainda vêem a religião como uma parte importante de suas vidas – algo que não mudou ao longo dos últimos quatro anos.

A pesquisa, realizada em 114 países em 2009, mostrou que em 10 países – incluindo Bangladesh, Níger, Iêmen e Indonésia – ao menos 98% das pessoas dizem que a religião é importante em sua rotina.

Todos os países mais religiosos são relativamente pobres, com PIB per capita de menos de US$ 5 mil. Em comparação, em países com PIB per capita mais alto, apenas cerca de 47% da população dizem que a religião é importante.

Os países menos religiosos incluem Estônia (16%), Suécia (17%) e Dinamarca (19%).

Fonte: BBC / Gospel+

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Sobre o profeta Jonas e aquele bicho que o engoliu


Uma história que sempre nos chama atenção na Bíblia é o livro do profeta Jonas. Teria ele alguma veracidade? Para alguns estudiosos bíblicos, este relato tem apenas um valor de caráter didático, em estilo de parábola, não devendo ser interpretado como um acontecimento literal.

Porém, a historicidade do livro de Jonas se comprova com 2 Rs 14.25 e pela referência a Jonas feita pelo próprio Senhor Jesus em Mt 12.39-41.

Restabeleceu ele os limites de Israel, desde a entrada de Hamate até ao mar da Planície, segundo a palavra do Senhor, Deus de Israel, a qual falara por intermédio de seu servo Jonas, filho de Amitai, o profeta, o qual era de Gate-Hefer. 2 Reis 14.25

Ele [Jesus], porém, respondeu: Uma geração má e adúltera pede um sinal; mas nenhum sinal lhe será dado, senão o do profeta Jonas. Porque assim como esteve Jonas três dias e três noites no ventre do grande peixe, assim o Filho do Homem estará três dias e três noites no coração da terra. Ninivitas se levantarão, no Juízo, com esta geração e a condenarão; porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis aqui está quem é maior do que Jonas. Mateus 12.39-41

Trata-se, portanto, de um livro que trata de acontecimentos reais vividos pelo profeta.

Outro ponto que gera discussão é a respeito da criatura marinha que engolira Jonas durante a narrativa bíblica.

Deparou o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites no ventre do peixe. Jonas 1.17

Para os que acreditam no relato literal do "grande peixe" (inclusive eu mesmo), resta a procura de identificar que espécie de ser marinho seria. Para alguns teria sido um cachalote, para outros, seria um grande tubarão-branco. Recentemente, foi sugerido um outro candidato - o tubarão-baleia.

Há uma única referência bíblica em que diz que Jonas esteve no ventre de uma baleia. No texto grego do Evangelho de Mateus, especifica-se que foi este tipo de mamífero que engoliu o profeta.

Contudo, no texto original em hebraico do livro profético, há menção de um "peixe grande" que tragara aquele homem. Se realmente houvesse sido uma baleia a autora de tal proeza, creio que o escritor do livro de Jonas (o próprio profeta) teria se utilizado da expressão que simboliza "baleia" em meio a todo Antigo Testamento, a saber, "monstro marinho" – consulte Gênesis 1.21, Jó 7.12 e Ezequiel 32.2.

Qual motivo para Mateus ter usado o termo "baleia", em algumas versões bíblicas? Algum erro de tradução, pois a palavra grega utilizada (ketos) pode significar "monstro marinho", "peixe gigante" ou "baleia". Talvez tenham preferido o último termo para facilitar a acepção da ideia de um ser humano ser engolido por algum animal marinho de grande porte.

Depois de tantas informações, sabe o que nos basta saber? Deus criou o mundo, criou o mar, criou Jonas, criou uma criatura marinha capaz de engoli-lo, preservou sua vida, poupou a cidade de Nínive e deseja que não nos espantemos com a grandiosidade de Seus feitos.

Ah! Senhor Deus, eis que fizeste os céus e a terra com o Teu grande poder e com o Teu braço estendido; coisa alguma Te é demasiadamente maravilhosa. Jeremias 32.17

Por Diego Cesar

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Como conservar frutos


Não me refiro aqui ao feitio de compotas ou dicas de congelamento de polpa de frutas. Direciono o questionamento ao fruto do Espírito, que Deus concede a todo aquele que crê no senhorio de Jesus. Multidões são movidas pela busca de intensos momentos de adoração e entrega ao Senhor, porém, no dia seguinte, mal fazem lembrança daquilo que viveram e falaram diante de Deus, demonstrando que o fruto que possuíam não foi guardado com zelo.

Para todo cristão, nunca é demais ressaltar que temos um Deus que pede de nós um relacionamento genuíno, constante. Isso é muito diferente do que podemos observar em vários lugares: pessoas cegas pelo imediatismo, que acham certo buscar ao Senhor por mera conveniência. Ainda que conquistem alguma coisa, certamente esse ganho será perdido em breve, já que os próprios indivíduos não têm capacidade de administrar bênçãos recebidas dada a carência de uma relação honesta com Deus.

Esta regra vale para tudo aquilo que conquistamos através da mão do Senhor, seja uma bênção, a libertação da pessoa em alguma área da vida, seja a cura de uma ferida na alma. Caso inexista o esmero de manter-se diante de Deus todos os dias, de buscar a Sua face e alimentar-se através da Palavra – melhor representado como uma vivência prática da Bíblia -, de nada adiantará tanta avidez pelo mover divino. Posso até comparar tal situação com alguém que tenta levar água de um lugar a outro numa peneira. Assim que chegar ao seu ponto de chegada, não sobrará nada daquilo que tanto desejava reter.

Quem é fiel no pouco também é fiel no muito; e quem é injusto no pouco também é injusto no muito. Se, pois, não vos tornastes fiéis na aplicação das riquezas de origem injusta, quem vos confiará a verdadeira riqueza? Lucas 16.10-11

Aqui Jesus nos fala sobre fidelidade. E esta não acontece sobre as riquezas, mas sim sobre a própria Pessoa do Senhor. Você é convidado(a) para ter um nível maior de responsabilidade com as coisas do Reino. Parar de se preocupar em obedecer a Deus somente quando precisa de algo e permitir que Ele coabite no seu coração, tão-somente isto Ele deseja de você.

Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela. Mateus 7.13-14

Quer conservar tudo o que Deus já lhe entregou? Mantenha os passos firmes no caminho estreito que está aberto para você.

Por Diego Cesar

sábado, 27 de novembro de 2010

Cristãos são o povo mais perseguido do mundo, aponta relatório


Um relatório da Fundação “Ajuda à Igreja que Sofre” (AIS) revela que o número de violações à liberdade religiosa tende a aumentar, e que a intolerância em relação aos cristãos está crescendo, até mesmo nos países ocidentais.

No relatório de 2010 sobre a Liberdade Religiosa no Mundo, que analisa a situação em 194 países, a AIS considera particularmente preocupantes “as discriminações com base na religião, em especial na área de predomínio islâmico, e a hostilidade face à religião com motivações políticas”.

O documento elenca cerca de 20 países onde ocorrem “graves restrições ou muitos episódios de intolerância social ou legal ligados à religião”: Arábia Saudita, China, Coreia do Norte, Cuba, Egito, Índia, Irã, Iraque, Maldivas, Mianmar, Paquistão, Somália e Sudão, entre outros.

O relatório indica que Igreja foi praticamente extinta na Coreia do Norte, enquanto nas ilhas Maldivas, a prática do Cristianismo é proibida. A intolerância religiosa continua a aumentar e os cristãos têm sido as principais vítimas, segundo dados oficiais.

Dados da agência missionária de notícias FIDES, da Congregação para a Evangelização dos Povos, revelam que 75% das perseguições registradas têm como alvo os cristãos.

As perseguições acontecem por várias razões: ódio religioso, como no Iraque ou no Paquistão; ou motivos políticos, como na China e na Coreia do Norte, por exemplo, onde a comunidade cristã já foi praticamente extinta.

“Na Coreia do Norte, podemos falar de um dos casos mais extremos de extermínio da comunidade cristã, segundo a agência AsiaNews, especializada nessa área do mundo.”

Mais surpreendente é o caso das Maldivas: essa meta turística, muito procurada em virtude de suas praias paradisíacas, proíbe os cristãos de expressarem sua fé.

Fonte: Ecumene e Renascença/ Gospel+

Batman encontra Super Ultra Crente!


Fonte: www.karapuca.com

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Amor na dose certa


Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz. Efésios 4.1-3

O Senhor Jesus nos traz a lume o que é o amor perfeito. Ele traduz-se pelo sentimento incondicional de desejar o bem ao próximo, não olhando para fraquezas, defeitos ou remoendo mágoas, mas pela pureza de espírito e o desejo de sempre estar próximo a quem você tem afeição. É muito simples ter este tipo de amor por alguém que você realmente queira bem (família, cônjuge, filhos, amigos). Porém, e quanto àqueles que você sequer suporta ouvir o nome, qual será a sua postura? Paulo nos dá a dica em sua carta aos Efésios: suportá-los em amor.

A Palavra de Deus é tão perfeita ao ponto de mostrar-nos que não há desculpa em deixar de obedecer aos seus preceitos. Cristo fala que devemos amar nossos inimigos , tarefa que sabemos que é extremamente difícil aos nossos corações, mas vemos que é possível fazê-lo, desde que tenhamos disposição para tanto.

Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade. Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós; acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição. Colossenses 3.12-14

Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor. 1 João 4.7-8

Ser filho de Deus é resumido em ter as mesmas características dEle. E um dos mais destacados dons do Senhor é Seu amor derramado sobre nossas vidas. Mesmo sendo tão imperfeitos, Deus não deixa de amar-nos. Se queremos ser filhos legítimos dEle, necessitamos também aprender a amar uns aos outros como o Senhor nos ama.

Não estou dizendo que você é obrigado(a) a sair abraçando seus desafetos agora mesmo. Seria até uma atitude louvável, desde que acompanhada de sinceridade de espírito. Pouco resolveria ou melhoraria a situação se você praticasse uma boa ação forçada. Creio que nem você mesmo(a) teria paz no coração ao tomar tal rumo em suas condutas. O que Deus pede de nós é franqueza em todo nosso proceder cristão.

Parafraseando uma nota de rodapé de uma Bíblia de estudo [Aplicação Pessoal, 2003], "Paulo nos desafia a viver de forma condizente com o chamado que recebemos – do admirável privilégio de sermos chamados membros da família de Cristo. Isso inclui sermos humildes, gentis, pacientes, compreensivos e serenos. As pessoas observam a maneira como você vive. Será que podem notar a presença de Cristo em você? Será que você está sendo um bom representante do Senhor?". E será que estas pessoas, boas ou más, podem usufruir do seu amor?

Por Diego Cesar

Eu estou vivo!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

O dilema da página em branco


Escrever para o blog às vezes causa um sentimento muito estranho. Me refiro a olhar para uma página em branco e da tentativa de colocar algum punhado de ideias nela. Traz desânimo, insegurança, preguiça, descaso. E o pior de tudo é perceber que isso, de certa forma, também acontece no nosso relacionamento com Deus, em nossa vida com Ele!

Muito diferente de um site da internet, a vida devocional de um cristão não pode ser tomada por momentos de inércia. Se tudo está aparentemente tranquilo em sua vida, comece a se preocupar. Um verdadeiro cristão sempre busca algo a mais, mostra-se sedento pela presença do Senhor, lê avidamente a Palavra e coloca em prática os ensinamentos de Cristo.

É preciso sair de um arcabouço religioso e abraçar o Evangelho dinâmico, real, que você consegue enxergar em sua vida e também é hábil para ser transmitido a quem está próximo de você. E isso é, mais uma vez asseverado, conquistado através de esforço contínuo.

[Jesus] Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me. Lucas 9.23

Dia a dia tomar a cruz nos dá a dimensão de comprometimento que o Senhor deseja de Seus filhos. É muito simples – para não dizer medíocre – estar próximo de Deus somente nas necessidades. Ele quer de nós muito mais. O Senhor anseia que tenhamos uma vida com Ele!

Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração. E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por Ele graças a Deus Pai. Colossenses 3.16-17

O desafio de ser cristão está lançado a todos nós. Será que temos brio suficiente para levá-lo adiante? Não me refiro aqui a força, conhecimento ou dons, mas sim à disposição de render o coração por completo ao Senhor. A Bíblia só ganha sentido real em nossas vidas quando dispusermos a colocá-la em prática no cotidiano. Tempere as páginas dela com gotas de suor e sangue para que o nome de Cristo seja glorificado em sua vida.

Vida monótona?! Aplique a Palavra de Deus e veja que mesmo no silêncio o Senhor é capaz de nos ensinar algo.

Por Diego Cesar

Frases (evangélicas?) que não agüento mais


1. Amém? Está fraco. AMÉM? Amém ou não amém?
2. Quem quer receber uma bênção de Deus hoje, levante a mão.
3. Existe a lei da semeadura, e o número da conta é...
4. Isso é roubo, meu irmão; você nasceu pra ser cabeça, não cauda!
5. Esse acidente aconteceu porque você deve ter dado brecha.
6. O Diabo quer lhe destruir.
7. Estou vendo uma obra de bruxaria em sua vida.
8. Vamos quebrar as setas inimigas.
9. Nada vai impedir que você seja um conquistador.
10.Não há nada de errado com o dinheiro; o único problema é o amor ao dinheiro.
11. Nossa denominação ainda vai conquistar o mundo.
12. A partir de hoje São Paulo nunca mais será igual.
13. Nós somos um povo que não conhece derrota.
14. Venha para Jesus e pare de sofrer.
15. Você é filho do Rei e não merece estar nessa situação.
16. Temos a visão de conquistar a Europa para Cristo.
17. Essa doença não existe, ela é apenas uma ameaça do Diabo.
18. Deus está nos dirigindo para abrirmos uma igreja em Boca Raton.
19. Vamos amarrar os demônios territoriais que estão sobre o Brasil.
20. Todos os que fizerem a campanha das sete semanas alcançarão seus sonhos.
21. Compre esta Bíblia fantástica com os comentários de...
22. Estamos num mover apostólico e o avivamento brasileiro é semelhante ao do livro de Atos.
23. Teremos uma explosão de milagres na maior concentração religiosa da história.
24. Vamos ficar em pé para receber o Grande Homem de Deus, fulano de tal, com uma salva de palmas.
25. Quando vejo essa multidão de quinze mil pessoas, só tenho vontade de dizer que amo cada um de vocês.
26. O Reino de Deus precisa de um candidato na Câmara; vamos eleger nosso irmão que vai fazer a diferença.
27. Deus abrirá uma porta de emprego para você, meu irmão.
28. Semana que vem teremos mais uma sessão de cura interior.
29. Enquanto não pedirmos perdão ao Paraguai pela guerra, nunca seremos uma nação próspera.
30. Os Estados Unidos são uma bênção porque o presidente deles é crente.
31. Tudo é miçanga, só Deus é jóia.
32. Não sou dono do mundo, mas sou filho do dono.
33. Este carro ficará desgovernado em caso de arrebatamento.
34. Crianças, cantemos: “Cuidado olhinho no que vê, cuidado mãozinha no que pega... nosso Pai está olhando pra você”!
35. Olhe para o seu irmão do lado e diga: Eu amo você!
36. O Espírito Santo está me revelendo que existem ladrões nesta igreja que não entregaram seus dízimos.
37. Ah, seu problema é maldição hereditária.
38. Quando você não entrega o dízimo na casa de Deus, Ele não tem compromisso financeiro com você.
39. Quero que vocês dêem uma oferta especial para manutenção do nosso programa de rádio e TV, pois foi Deus quem mandou pregar na mídia.
40. Ora em línguas aí, irmão.
41. Restitui, eu quero de volta o que é meu.
42. A visão da nossa igreja é evangelizar. Obra social é com o governo.
43. Abram suas Bíblias no livro "X". Quem encontrou diga amém, quem não encontrou diga misericórdia.
44. Eu gostaria de cumprimentar a igreja com a paz do Senhor (se gostaria, então cumprimente, ou vai ficar na vontade?).
45. Abra o seu coração (como?).
46. Deus está aqui (que algo mais óbvio que isso).
47 - Deus está curando voê, minha irmã, deste nódulo no seio que você nem sabia que tinha (depois dessa, dizer mais o que).
48. Deus está operando poderosamente (alguém já viu Deus operar "meia-boca"?).
49. Deus vai enxugar suas lágrimas (O que dizer? Como é fácil falar).
50. Tá amarrado! (alguém sabe quanto tempo o Diabo leva para se desamarrar?).
51. Deus vai dar à nossa igreja um programa na Globo (tô com uma pulga atrás da orelha. Acho que esse pastor quer figurar na novela das 8).
52. Irmãos, Deus me deu revelação. Esse será o ano de Elias, de Josué, de Gideão, de João Batista... (Não parece calendário chinês?).
53. Abra a boca e profetize; as palavras têm poder.
54. Hoje eu deixo de ser crente se Deus não operar um milagre. (Por favor, deixe mesmo!)
55. Meus irmãos, estas igrejas que usam rosas ungidas, sal grosso para descarrego, etc., não são de Deus!....Ao final do culto tragam seus documetos, carteira de trabalho, chave de casa e do carro para ungirmos, pois aqui a coisa é diferente, Deus opera!
56. Não diga isso. As palavras têm poder!!
57. Incendeia tua noiva, Senhor.
58. Seja um adorador extravagante!
59. Fui chamado para ser um levita na casa do Senhor. Posso cantar na sua igreja e vender meus CDs?
60. Não podemos fazer da igreja um clube.
61. Sendo dizimista, você pode colocar Deus contra a parede.
62. Meus irmãos, é hora de mudar o Brasil.
63. Quem tem um caroço em qualquer lugar do corpo, levante a mão que Jesus vai curar agora.
64. A Rede Globo conspira contra a igreja.
65. Quanto mais glória você manda pra cima, mais glória Deus manda pra baixo.
65. Não dá o dízimo na casa de Deus, mas acaba "dando" na farmácia (Hum, não sei não!)
66. Você que não dá o dízimo não tem moral pra exigir nada de Deus.
67. Vamos pisar na cabeça do diabo; o Diabo só conhece o número do meu sapato.
68. Quando o crente ora, deve esperar retaliação do Diabo.
69. Sabe qual o nosso problema? O mundo está entrando na igreja.
70.Eu soube que o Anticristo já nasceu e está se preparando para aparecer.
71. Eu soube de um pastor que encontrou uns feiticeiros que estavam jejuando para fazer os pastores caírem.
72. O Rei Leão da Disney é gay!
73. Minha irmã, você precisa da nossa cobertura! (essa é quase pornográfica).
74. Não esqueça de enviar os boletos bancários que eu prometo subir o monte nesta madrugada e interceder por sua vida.
75. Não fique triste com a morte do seu filho (ou com seu divórcio, ou com sei lá o que). Tudo tem um propósito e Deus sabe o que faz.
76. Irmãos, hoje o Senhor falou comigo pela manhã para trazer esta palavra.
77. Orei e a chuva parou.(então ora e manda chuva pro nordeste, não é?)
78. Estou sentindo uma opressão aqui.
79. Hoje vamos ouvir o testemunho do Irmão que era ex-gay, ex-traficante, ex-drogado, ex-macumbeiro, ex-cafetão, ex-morto, ex-satanista, ex-sei-lá-o-que e que agora é crente!!!
80. Todo inimigo, fora daqui!
81. Posso ouvir 3 aleluias e 8 améns?
82. Cuidado para não perder a benção, irmão.
83. Não adianta fugir de Deus, Ele vai ter pegar na curva.
84. Se não vier pelo amor, vem pela dor.
85. Sabe quanto custa uma consulta, uma internação? Dar o dízimo é mais barato.
86. Deus me revelou que 50 irmãos vão contribuir com mil reais cada um. Quem é o primeiro? Se não tem ninguém, então devem existir aqui 50 valentes que vão contribuir com quinhentos... Agora chegou a sua vez, meu irmãozinho querido. Todos vocês que sobraram tragam suas ofertas de um real. (Que leilãozinho ordinário, heim?)
87. Tomara que ao sair daqui um carro não passe por cima de você; vou orar para que Deus lhe dê mais uma chance.
88. Não troque sua salvação por um copo de cerveja.
89. Nesta noite Deus vai disribuir dar sapatos de fogo (Eu prefiro os de couro!)
90. Infelizmente ele preferiu morrer sem salvação do que voltar pra nossa igreja.
91. O diabo tentou impedir que você viesse aqui nesta noite, porque ele sabia que você seria revelado
92. Eu tinha preparado uma mensagem, porém o Espírito Santo quer que eu pregue sobre santidade (...E dê-lhe regrinhas!).
93. Deus confirmou a mensagem desta noite enquanto a irmã cantava aquele hino.
94. Dê o melhor que você tem , Deus não quer troco de ônibus.
95. Tire a melhor nota que você tem e ofereça o melhor sacrificio ao Senhor.
96. Tive uma visão que no estacionamento da igreja só tinha carro zero km.(Acho que ele confundiu a igreja com a concessionaria ao lado).
97. Minha teologia é joelho no chão!!!(Essa teologia é no mínimo esquisita).
98. Deus conhece a sinceridade do meu coração! Eu preciso da sua ajuda para manter este programa no ar e o número da conta é... (Sim, eu sei que Deus conhece tudo. Eu é que estou com alguma suspeita).
99. Se você sair de férias e não deixar o cheque do dízimo vai dar tudo errado na sua viagem. (E agora? Esqueci! Deve ser esse o motivo porque furou o pneu do carro)
100. Deus não escolhe os capacitados mas capacita os escolhidos. (Há muitos pastores repetentes nessa escola de capacitação).
101. Não toque contra o ungido do Senhor. (Chavãozinho para proteger os líderes inseguros).
102. Não diga a Deus que seu problema é grande; diga ao seu problema que o seu Deus é grande. (Poesia de quinta categoria]
103. Você é a menina dos olhos de Deus [com remela?]
104. Aqui é uma igreja diferente (Sério? Então tá].
105. Se vocês confiam em nós, pastores, para trazer a palavra de Deus, devem confiar na nossa administração das ofertas. Não precisamos prestar contas a ninguém, só a Deus [Hummm. Acontece que a palavra foi fraquinha).
106. Chega de esperar; hoje o seu milagre vai chegar (Posso reclamar no Procon?).
107. Plante sua semente que você vai colher a cento por um (Pequenas igrejas, grandes negócios).
108. Deus sabe de todas as coisas (Que clichê cruel, na hora que não tem respostas para uma questão).
109. "Mateus, Mateus, primeiro os teus" [Não entendi, hã?]
110. Comunico o falecimento do irmão Fulano. Infelizmente, perdemos um bom dizimista (A família enlutada agradece pelo gesto de solidariedade...).
111. Depois do culto, compre meus livros e CDs de mensagens. Vão abençoar o ministério infantil que cuido. Tenho quatro filhos (Se a piada é sem graça, imagine a mensagem dos Cds e livros.).
112. Olhe para o irmão do lado e diga "você está bonito hoje" (Por que tenho que fazer esse tipo de coisa? Logo eu que sou gaúcho?).
113.Tem gente que lê muito e só cresce em sabedoria humana. O importante é o conhecimento de Deus ["conhessimento" com dois "esses", provavelmente...]

Acho que chega, não? A lista do besteirol parece não ter fim.

Autor: Ricardo Gondim

Fonte: www.ricardogondim.com.br

Gibi bíblico reúne 215 histórias de ação do Velho e Novo Testamento


Em tempos modernos, é preciso reinventar os modos de transmissão da Palavra de Deus para a atual geração de jovens. Uma novidade do gênero é a publicação The Action Bible (A Bíblia de Ação), lançada em setembro último pela editora cristã americana David C. Cook.

O livro bíblico foi concebido na diferenciada forma de revista em quadrinhos. Reúne 215 histórias de ação em ordem cronológica do Velho e Novo Testamentos, totalizando 750 páginas coloridas com ilustrações contemporâneas. Os diversos personagens bíblicos foram desenhados com contornos de super-heróis. Entre as principais histórias retratadas, estão as de Moisés, Jacó, Abraão, José, Davi e Sansão. Como não poderia deixar de ser, Jesus é o personagem principal.

Todo o projeto ilustrativo da obra é assinado pelo renomado cartunista brasileiro radicado nos EUA, Sergio Cariello, que também integra a equipe da Marvel Comics, desde 1992. O artista recifense levou três anos para concluir todos os desenhos e foi escolhido para o trabalho após ganhar um concurso de desenhistas latinos cristãos. “Procurei usar nos desenhos bíblicos um efeito dinâmico, com design de ação e aventura. O apelo visual faz a leitura fluir de uma página para a outra. É uma maneira atraente de ler a Bíblia e entender sua história, com muita imagem e pouco texto”, explica.

Por enquanto, o moderno gibi bíblico existe só na versão em inglês. Mas no futuro pode ser impresso em outros idiomas, graças ao sucesso de público. Logo no primeiro mês de lançamento, foram vendidos mais de 30 mil exemplares. A primeira tiragem de 75 mil cópias também já se esgotou. “Crianças e adolescentes, que nunca antes leram a Bíblia, agora não conseguem para de ler por causa das imagens e histórias animadas. Os e-mails que recebo indicam ainda que os adultos deleitam-se de igual modo”, testemunha Sergio Cariello.

A publicação está em sua 2ª edição – a primeira versão data dos anos 1970 – e é vendida em todas as livrarias evangélicas e convencionais dos EUA. Custa US$ 25 e também pode ser comprada no site www.theactionbible.com.

Fonte: O Verbo / SBB / Gospel Prime

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Conheça a ChurchFitness: louvando a Deus e perdendo peso


Crer em Deus ajuda a malhar? Nos EUA, um número cada vez maior de pessoas aposta que sim. Elas integram um movimento que usa a fé para estimular os exercícios físicos. Há academias, igrejas e personal trainners que oferecem treinos nos quais a religião é a grande motivadora para definir músculos ou perder peso.

Neste mercado, há estrelas como a pioneira Donna Joyner. Ela lançou uma aula em DVD na qual aparecem alunos e um coro gospel. Todos fazem exercícios e louvações a Deus. Outro representante do movimento é Paul Eugene, do Gospel Dance Aerobics. “Uso a religião para inspirar as pessoas a continuar a prática”, disse à ISTOÉ.

A fé também é lembrada na hora de resistir às tentações. “Ensinamos aos indivíduos que se voltem para Deus quando sentirem desejo de comer por gula”, disse à ISTOÉ Gwen Shamblin, do Weigh Down Ministries, empresa que cria programas para serem usados em igrejas.

As aulas são parecidas com as de qualquer academia. De diferente estão as referências e os apelos pela ajuda divina e a presença de símbolos, como a cruz. Fundada há um ano, a empresa ChurchFitness, aliás, especializou-se em construir academias dentro das igrejas, usando esses símbolos em meio a aparelhos de musculação e esteiras. Já foram 15 projetos até agora. “As igrejas estão cada vez mais envolvidas no fitness. Ele é um instrumento para manter as pessoas da comunidade conectadas”, disse à ISTOÉ Rob Killen, da Churchfitness.

Por enquanto, são poucos os estudos que avaliam a eficácia da estratégia. Um deles foi feito por Kenrik Duru, da Universidade da Califórnia. Durante oito semanas, ele acompanhou 62 mulheres religiosas (de religiões distintas). Elas haviam sido divididas em dois grupos. Ambos se exercitavam por 45 minutos. Mas o primeiro também ouvia trechos da “Bíblia” alusivos à força e ao poder divino. As outras escutavam temas não religiosos. Ao final, as que receberam as mensagens bíblicas deram cerca de 78% mais passos por semana. “Uma das razões é que elas passaram a andar em grupo, contando com suporte social de apoio”, explicou Duru à ISTOÉ.

Fonte: Isto É / Gospel+

Produtora lança RPG da Bíblia


A Bíblia também virou entretenimento lúdico. Uma produtora de jogos alemã, chamada FIAA GMBH, vem desenvolvendo um RPG on-line baseado nos textos e cenários bíblicos. O novo game, batizado The Bible Online, é inspirado no livro de Gênesis.

O primeiro de uma série de capítulos da aventura foi lançado como piloto, em setembro passado, sob o título Heroes (Heróis). Nessa fase, os jogadores deverão cumprir as missões de Abraão em busca da Terra Prometida (Canaã). Para isso, terão de construir e manter suas tribos nômades, prover os recursos e alimentos, além de entrar em batalha com outros povos tribais até chegar ao destino traçado.

Para iniciar o jogo, também disponível em inglês, basta fazer um cadastro gratuito no site www.bibleonlinegame.com.

Fonte: Guia-me / Gospel+

sábado, 20 de novembro de 2010

Programa que coloca a Bíblia no celular passa dos 10 milhões de usuários


Líderes de uma das 10 maiores Igrejas nos Estados Unidos anunciaram terça feira, que o aplicativo da Bíblia YouVersion superou todas as expectativas e agora tem 10,7 milhões de usuários.

A YouVersion começou como um simples e pequeno sonho de tornar a Bíblia mais acessível e ter a geração mais jovem letrada na Bíblia. Líderes da LifeChurch.tv de Oklahoma lançaram o aplicativo de smartphone em 2008 com a esperança de que iria ter 60.000 a 80.000 usuários durante o ano.

Mas em três anos, a YouVersion explodiu a ser um dos aplicativos mais populares com 10 milhões de usuários. A cada 2,8 segundos alguém novo instala o aplicativo e durante o mesmo período 12 outras pessoas estão usando ela para ler a Bíblia.

“Podemos ser a geração que atualmente se volta e diz, ‘Nós não somente queremos expressar que nós amamos a Bíblia e pensar que a Bíblia é algo que nós podemos ler, mas nós em verdade queremos ser a geração que se incorpora a Bíblia como parte de nossas vidas,” pediu Bobby Gruenewald, líder de inovação na LifeChurch.tv, na transmissão ao vivo por internet, terça-feira.

Somente no fim de semana passado, houve mais de 100.000 downloads do aplicativo, compartilhou a equipe da YouVersion.

A LifeChurch.tv, conhecida por sua inovação e habilidade de conectar-se com a geração mais jovem, primeiramente lançou a YouVersion online para usuários em 2007. A idéia foi em resposta às estatísticas que mostraram que apesar da fácil distribuição da Bíblia e disponibilidade em muitos idiomas, cada geração está se tornando menos letrada em Bíblia. Cerca de 20.000 usuários fizeram download do programa em somente cinco meses da versão online.

Em 2008, a equipe lançou a versão móvel para fones e viram o tráfego crescer. Eles decidiram que ai é onde Deus está se movendo e pôs mais recursos atrás do desenvolvimento da YouVersion para smartphones.

A aplicação gratuita de YouVersion está agora disponível em nove diferentes plataformas e em 20 idiomas diferentes. A plataforma mais popular até o momento é o iPhone, mas o que mais cresce é o Android. Os usuários podem ler a Bíblia em sua totalidade, buscar por passagens com certos critérios, e escolher planos de leitura. Há 23 diferentes tipos de leitura que os leitores podem escolher.

Até sexta-feira, uma seção para notas de rodapé irá estar disponível na YouVersion.com. E na próxima semana, essas seções de notas estarão disponíveis nas plataformas móveis, começando com o Blackberry. O iPhone irá ser a última plataforma com uma área de notas porque o processo de aprovação leva tempo.

“O que nós podemos ver com o aplicativo e o número de pessoas falando sobre isso e compartilhando isso com outros, é que nós estamos vendo o que eu penso ser o começo de uma revolução,” disse Terry Storch, que lidera a equipe digerati na LifeChurch.tv.

Fonte: Gospel +

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Pérolas gospel do Twitter


Fonte: www.genizahvirtual.com

Eu vejo pessoas mortas...


Fonte: www.karapuca.com

Tentações...


Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração. Tiago 4.7-8

O apóstolo nos dá 5 dicas valiosas para encararmos o dia-a-dia, mais propriamente o pecado ofertado ao nosso coração a todo momento. Sujeição. Resistência. Aproximação. Purificação. Limpeza. Passos para uma vida próspera e um relacionamento sincero com o Senhor.

Aprendemos que, antes de mais nada, é preciso se aproximar de Deus. Isto significa estreitar os laços de intimidade com Ele. Assim como num relacionamento "convencional", o Senhor só terá liberdade conosco caso concedamos essa permissão a Ele. E esta relação é bastante categórica, uma vez que não é o mero ato de aproximação que possui validade, mas sim este acompanhado de submissão à vontade de Deus.

O próprio Filho nos deixou o exemplo de serviço e vida entregue ao Pai:

Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida em resgate por muitos. Marcos 10.45

[Jesus orava, dizendo] Pai, se queres, passa de mim este cálice; contudo, não se faça a minha vontade, e sim a Tua. Lucas 22.42

Sujeitar-se a Deus nada mais é que permitir que o Espírito Santo guie nossas tomadas de decisão, a fim de que nosso ego não domine as atitudes e percamos o foco enquanto cristãos, tornando-nos mesquinhos e insensíveis ao querer divino.

Outra atitude necessária é abandonar velhos hábitos que impedem a santificação. Purificar as mãos - abandonar a prática do pecado - e limpar o coração - deixar de lado os pensamentos iníquos - têm o condão de nos restaurar o relacionamento existente com Deus, que pede a santidade de Seus filhos justamente por Ele mesmo ser Santo.

Falo como homem, por causa da fraqueza da vossa carne. Assim como oferecestes os vossos membros para a escravidão da impureza e da maldade para a maldade, assim oferecei, agora, os vossos membros para servirem à justiça para a santificação. Romanos 6.19

Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. Filipenses 4.8

Vale ressaltar a importância de mudar a maneira de pensar, já que não se pode deixar de agir em pecado caso o coração esteja impregnado de más atitudes. Pureza de espírito só é conquistada caso haja o desejo de investir tempo à obediência ao Senhor. E, mudando o coração, também se muda o teor das palavras e atitudes que provêm de nós.

Mas o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem. Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. Mateus 15.18-19

Por fim, é preciso resistir ao diabo. Trata-se de não permitir que o pecado efetivamente ocorra. Tentação é algo comum a todos. Até mesmo o Senhor Jesus foi tentado. O que não podemos permitir é a consumação dela. Sempre há um mecanismo de escape que nos impede que o pecado ocorra em nosso meio.

Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar. 1 Coríntios 10.13

Medo de não suportar a pressão e ceder ao pecado? Recorra ao Senhor! Ele lhe fará lembrar de quanto não vale a pena permitir que passos longe dEle guiem nossas vidas por alguns instantes. E não há desculpas, pois o Espírito Santo sempre alerta sobre os perigos que passamos. O que falta muitas vezes é sensibilidade para atentar ao que Ele diz. Conquiste essa capacidade com sujeição ao Senhor e relembre de praticar essas atitudes de um verdadeiro cristão todos os dias de sua vida.

Por Diego Cesar

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

O que é a Igreja?

Como incentivar a ler a Bíblia


"-Senhoras e senhores, tenho a honra de apresentar-lhes o mais maravilhoso livro já escrito! A única... a inigualável... a insuperável... Bí... bli...a!!!!!".

Propaganda, desde que bem feita, faz com que os consumidores sejam atraídos e a demanda seja maior sobre determinado artigo ou serviço. Nem é preciso ser um profissional de marketing para deduzir isto. E quanto à leitura da Bíblia? Será que uma propaganda, um comercial, um apresentação, como esta que iniciou o post, ou até mesmo uma premiação fazem com que as pessoas fiquem interessadas em dedicar tempo e cuidado maiores no estudo da Palavra?

No início, pode até ser que funcione. Mas com o decorrer dos dias, uma ação fervorosa muda drasticamente para uma atitude forçada e mecânica que culmina no esquecimento total.

Sim. Eu sei que isso não traz uma ideia de como incentivar os outros a lerem a Bíblia. Porém, faz com que vejamos o quanto é importante que esse hábito de estudo bíblico seja acompanhado de qualidade, isto é, aplicação real na vida do(a) leitor(a)!

Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no Seu amor permaneço. João 15.10

Guardar os mandamentos é decidir vive-los. É isso que o Senhor Jesus propõe para nós. Sem atalhos, fórmulas mágicas, códigos secretos ou sorteios.

Certa vez, um amigo meu propôs que fizéssemos um programa de leitura bíblica e quem terminasse primeiro ganharia um presente. Não aceitei. Do que adianta folhear a Bíblia e não guardar a sua essência em meu coração?

Nunca me esquecerei dos Teus preceitos, visto que por eles me tens dado vida. Salmo 119.93

O capítulo mais longo das Escrituras - Salmo 119 – relata a importância de não só conhecer a Palavra de Deus, mas também de permitir que ela guie os nossos caminhos. Se o Senhor permitiu que este fosse um conselho que reiteradas vezes figura nos versículos desse texto é porque Ele realmente almeja que sejamos leitores assíduos e verdadeiros praticantes dos ensinamentos da Bíblia.

Se algum cientista resolvesse fazer o acompanhamento de dois tipos de cristãos, os que leem a Bíblia e a praticam e os que dificilmente leem, sem sombra de dúvida constataria que o primeiro grupo tem uma qualidade de vida superior ao último, dado que o Senhor sempre honra àqueles que dedicam seu tempo a Ele. Não estou usando isso como argumento para que você se debruce numa Bíblia agora mesmo achando que as comportas dos céus se abrirão imediatamente. As bênçãos só vêm com tempo e dedicação genuína...

Você ainda deve estar com interesse em saber como incentivar os outros a lerem a Bíblia. A forma mais eficiente e simples de conseguir que alguém leia a Palavra é você servir como exemplo. Invista em seu devocional e nunca deixe de compartilhar aquilo que a Bíblia tem transformado em sua vida. Para criar o hábito no coração dos outros é necessário que este hábito já exista em você. Sendo assim, vamos ler a única... a inigualável... a insuperável... Bí... bli...a!!!!!

Por Diego Cesar

Suposto ossuário de Tiago, irmão de Jesus, achado em Jerusalém pode ser verdadeiro, dizem peritos


Ela pesa 25 quilos. Tem 50 centímetros de comprimento por 25 centímetros de altura. E está, indiretamente, no banco dos réus de um tribunal de Jerusalém desde 2005.

A discussão em torno de uma caixa mortuária com os dizeres “Tiago, filho de José, irmão de Jesus” nasceu em 2002, quando o engenheiro judeu Oded Golan, um homem de negócios aficionado por antiguidades, revelou o misterioso objeto para o mundo. A possibilidade da existência de um depositário dos restos mortais de um parente próximo de Jesus Cristo agitou o circuito da arqueologia bíblica. Seria a primeira conexão física e arqueológica com o Jesus do Novo Testamento. Conhecido popularmente como o caixão de Tiago, a peça teve sua veracidade colocada em xeque pela Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA).

Em dezembro de 2004, Golan foi acusado de falsificador e a Justiça local entrou no imbróglio. No mês passado, porém, o juiz Aharon Far kash, responsável por julgar a suposta fraude cometida pelo antiquário judeu, encerrou o processo e acenou com um veredicto a favor da autenticidade do objeto. Também recomendou que o IAA abandonasse a defesa de falsificação da peça. “Vocês realmente provaram, além de uma dúvida razoável, que esses artefatos são falsos?”, questionou o magistrado. Nesses cinco anos, a ação se estendeu por 116 sessões. Foram ouvidas 133 testemunhas e produzidas 12 mil páginas de depoimentos.

Especialista em arqueologia pela Universidade Hebraica de Jerusalém, Rodrigo Pereira da Silva acredita que todas as provas de que o ossuário era falso caíram por terra. “A paleografia mostrou que as letras aramaicas eram do primeiro século”, diz o professor do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp). “A primeira e a segunda partes da inscrição têm a mesma idade. E o estudo da pátina indica que tanto o caixão quanto a inscrição têm dois mil anos.” O professor teve a oportunidade de segurá-lo no ano passado, quando o objeto já se encontrava apreendido no Rockfeller Museum, em Jerusalém.

Durante o processo, peritos da IAA tentaram desqualificar o ossuário, primeiro ao justificar que a frase escrita nele em araimaco seria forjada. Depois, mudaram de ideia e se ativeram apenas ao trecho da relíquia em que estava impresso “irmão de Jesus” – apenas ele seria falso, afirmaram.

A justificativa é de que, naquele tempo, os ossuários ou continham o nome da pessoa morta ou, no máximo, também apresentavam a filiação dela. Nunca o nome do irmão. Professor de história das religiões, André Chevitarese, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, levanta a questão que aponta para essa desconfiança. “A inscrição atribuiria a Tiago uma certa honra e diferenciação por ser irmão de Jesus. Como se Jesus já fosse um pop star naquela época”, diz ele. Discussões como essa pontuaram a exposição de cerca de 200 especialistas no julgamento. A participação de peritos em testes de carbono-14, arqueologia, história bíblica, paleografia (análise do estilo da escrita da época), geologia, biologia e microscopia transformou o tribunal israelense em um palco de seminário de doutorado. Golan foi acusado de criar uma falsa pátina (fina camada de material formada por microorganismos que envolvem os objetos antigos). Mas o próprio perito da IAA, Yuval Gorea, especializado em análise de materiais, admitiu que os testes microscópicos confirmavam que a pátina onde se lê “Jesus” é antiga. “Eles perderam o caso, não há dúvida”, comemorou Golan.

O ossuário de Tiago, que chegou a ser avaliado entre US$ 1 milhão e US$ 2 milhões, é tão raro que cerca de 100 mil pessoas esperaram horas na fila para vê-lo no Royal Ontario Museum, no Canadá, onde foi exposto pela primeira vez, em 2002. Agora que a justiça dos homens não conseguiu provas contra sua autenticidade, e há chances de ele ser mesmo uma relíquia de um parente de Jesus, o fascínio só deve aumentar.

Fonte: Isto É / Gospel+

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Vozes estranhas que parecem vir de Deus


A vida é fruto das decisões que tomamos. E você e eu, enquanto cristãos, temos mais responsabilidade ainda sobre nossas atitudes, haja em vista que devemos fazer valer a vontade de Deus sobre nós em detrimento de nossos desejos mais íntimos.

Porém, não é difícil que a "vontade de Deus" seja nada mais, nada menos que o nosso próprio querer disfarçado, camuflado na multidão de pensamentos. E isso se agrava mais ainda caso a pessoa não tenha discernimento espiritual desenvolvido ou tenha preguiça em apurá-lo.

Quanto a isso, Jeremias alertou sobre o perigo de dar ouvidos à voz do coração ao invés de ouvir ao Senhor:

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? Eu, o Senhor, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos; e isto para dar a cada um segundo o seu proceder, segundo o fruto das suas ações. Jeremias 17.9-10

O cerne da questão é como diferenciar a voz de Deus daquilo que o subconsciente com tanta facilidade consegue colocar como sendo também desígnio divino, mas não passa de puro egoísmo.

Não existe um livro ou seminário que tenha como título "Aprenda a ouvir somente Deus". E caso você ouça falar de algo parecido, não ouse se aventurar, pois será, no mínimo, uma perda de tempo (até mesmo de dinheiro, dependendo da situação).

O "timbre" do Senhor só é descoberto e familiarizado quando buscamos ter intimidade com Ele. Isto significa passar a viver um processo contínuo. Finais de semana ou momentos de extrema emoção não resumem uma vida com Deus. Ter intimidade com o Senhor vislumbra-se em partilhar cada momento com Ele, grandes ou pequenos, por mais que aos nossos olhos carnais sejam "sem importância para Deus" ou "solucionáveis com nossa própria força humana".

Ser cristão nada mais é do que ter humildade de espírito e reconhecer que não podemos dar um passo sequer sem o aval de quem realmente detém o senhorio de nossas vidas. Pode soar como fanatismo, mas não é! Trata-se de coerência em saber viver assim como o Senhor Jesus ensinou: em conformidade com a vontade do Pai. Nem Ele, sendo Deus, ousou contrariar a vontade do Pai. Logo, é sensato que sigamos a mesma linha de raciocínio e entreguemos o nosso caminho a Ele.

Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle, e o mais Ele fará. Salmo 37.4-5

Dependência. Uma palavra que soa tão estranha e obsoleta nos dias atuais, mas que abarca a única exigência que Deus quer de nós para que possamos ser realmente abençoados. Aprender a depender do Senhor é que me faz saber discernir quando Ele fala dos momentos que meu coração fala. É a bifurcação que separa os caminhos de Deus dos caminhos de morte que a falibilidade humana é capaz de gerar.

Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas. Mateus 6.24

Faça a escolha certa: ouça e sirva unicamente a Deus. Basta de cambalear no percurso da vida como um bêbado. É tempo de firmar os pés no Caminho, que leva à Verdade e à Vida.

Por Diego Cesar